quarta-feira, 28 de novembro de 2012

O que os jovens tem a ver com o mundo


E se iniciativas sociais fossem mais que uma vontade de cada um de nós? E se elas formassem um clube? E se elas formassem 10.700 clubes em 109 países, envolvendo 200 mil jovens?

Pois esses clubes existem. Focados em jovens de 12 a 18 anos, os Interact Clubs são grupos formados, por livre vontade dos integrantes, por jovens que se reúnem em prol de trabalhos humanitários. Apoiados e orientados pelo Rotary, o Interact, como um só, tem missões bem definidas, que são alcançadas através da simples realização de todo tipo de projeto humanitário:

  • Desenvolver qualidades de liderança e integridade pessoal
  • Prestar auxílio e respeitar o próximo
  • Entender o valor da responsabilidade individual e da dedicação ao trabalho
  • Promover a compreensão e boa vontade mundiais


Surpreso com a causa nobre e com a ideia inovadora, busquei saber mais e conversei com a Marina Cury Sousa, aluna de Gestão de Empresas da FCA-Unicamp, e ex-interactiana de muitos anos:

Marina, como foi que você começou a trabalhar com o Interact? Qualquer um pode participar?
No meu caso fui levada por algumas amigas da escola que já faziam parte, logo que eu mudei para a cidade que meus pais residem atualmente - Ituverava-SP. Mas para entrar no Interact não precisa ser convidado e nem ter contatos dentro do Rotary, basta ter vontade e disposição de ajudar o próximo.  Basta procurar saber quando são as reuniões (normalmente são semanais), e aparecer!

E como ocorrem os projetos?
Eles podem ser idealizados por qualquer membro, desde o simples sócio até a presidência (existe uma hierarquia, mas todos são tratados de igual pra igual). O projeto é apresentado (pode ser desde uma simples ideia), durante as reuniões: pede-se a palavra durante a reunião, e apresenta-se o projeto. Todos podem opinar e agregar ao projeto, estudando a viabilidade e resultados do mesmo. Decidido tudo, o projeto é inicializado com a ajuda de todos do clube (todos sempre participam de tudo).

Como os interactianos se relacionam?
Essa é a parte que eu mais gosto de falar. Eu, particularmente, tenho amig@s que conheci no Interact que vou levar pra vida toda. São pessoas que geralmente se tornam seus melhores amigos, uma família Interactiana, pois todos têm os mesmos valores e motivações que você. Temos encontros regionais, estaduais e nacionais. Nesses, há a integração entre os membros dos diversos clubes, e até mesmo membros de clubes fora do Brasil, por influência do Rotary. Nos identificamos muito uns com os outros, e temos orgulho de falar que fazemos parte dessa família, portanto somos muito unidos.

O Interact é permitido apenas para menores de 18, porém aquele que tiver interesse pode buscar continuar através do Rotaract. Essa pró-atividade que circunda interactianos fica clara no site do Rotary, que após poucas informações diz: “Para mais informações sobre o Interact em sua região, contate um Rotary Club local”. Outro ponto muito válido de ser ressaltado é o apoio fornecido a jovens que desejem formar um novo clube, em sua cidade.

Mas agora desvinculando-nos do Interact e usando seus ensinamentos, fica a pergunta: o que nos impede de fundar um clube (uma organização estudantil, um Grupo de Trabalho...) para tirar as nossas idéias do papel?


Links úteis:



por Gabriel Falcini

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Best Web Hosting Coupons